Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 29 de janeiro de 2011

Finep prevê destinar R$ 4 bilhões para inovação em 4 anos

Estimativa é de Glauco Arbix, que assumiu a presidência do órgão nesta sexta-feira, 28/1, prometendo duplicar o crédito da Financiadora de Estudos e Projetos.

Investir em inovação não é mais escolha, mas sim uma necessidade para o Brasil se tornar mais competitivo, defendeu o sociólogo Glauco Arbix, novo presidente da Financiadora de Estudos e Projeto, (Finep), braço de fomento do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT). Ele assumiu o cargo nesta sexta-feira, 28/01, prometendo duplicar a capacidade de crédito do orgão, atingindo R$ 4 bilhões ao final de quatro anos.

“Poucas instituições no mundo atuam da pesquisa ao crédito, como aqui. O Brasil precisa de um choque de inovação e a Finep será protagonista desse processo na condição de um banco de fomento”, explicou.

Arbix disse que o órgão tem como alvo a atuação nas áreas tecnológicas críticas da economia e da sociedade brasileira. Ele destacou que “o Brasil vive hoje uma dupla pressão, na forma de uma
pinça gigantesca”.

O sociólogo observa que o Brasil enfrenta a competição dos países avançados, baseada em conhecimento novo e tecnologia, além da concorrência feroz de outros emergentes como China e Índia.

“Quem pensou um dia que o Brasil poderia competir apenas com base em commodities ou baixos salários, só encontrará frustração a sua frente. A elevação do atual padrão de competitividade da estrutura produtiva e de serviços é essencial”, enfatizou o presidente da Finep.

Com esse cenário, Arbix, considera fundamental combinar a Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP) com os programas de do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de investimento e inovação.

Ele garantiu que vai aprofundar seu foco nas empresas, no apoio aos centros e universidades que geram conhecimento novo, no aperfeiçoamento da infraestrutura de pesquisa (sempre em sintonia com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Fonte: http://computerworld.uol.com.br/tecnologia/2011/01/28/finep-preve-destinar-r-4-bilhoes-para-inovacao-em-4-anos/


Nenhum comentário:

Postar um comentário